top of page

Importância da ingestão de água para a saúde.

Pensamos muito sobre o que comemos, nos esforçamos para comer de forma "certa" e calcular a quantidade de calorias que ingerimos. Mas não nos lembramos que a quantidade que água que ingerimos é essencial para nossa saúde.

Os fluidos são essenciais para o bom funcionamento do nosso corpo e a hidratação desempenha um papel importante em todas as nossas funções corporais. Alguns benefícios da água para a saúde são eliminar os resíduos, regular a temperatura do corpo e ajudar o cérebro e o funcionamento muscular.

Para manter o corpo hidratado, os profissionais da saúde indicam a ingestão de no mínimo 2 litros de água diariamente, para manter o nível de hidratação necessário do corpo, isso sem contar o consumo de sucos naturais, chás e café.

A ingestão mínima varia de pessoa para pessoa. É fundamental estabelecer a necessidade diária exata para o consumo de água, sabemos que é difícil, pois essa necessidade depende de taxas metabólicas, do gasto energético do organismo, da eliminação hídrica e das condições ambientais, porém é necessário.

Além do bom funcionamento do organismo, a hidratação reflete também na aparência e na textura da pele, sem contar a sua importante atuação na performance de atividades físicas, que também é impactada pela ingestão de água.


Hidratação para o organismo

O funcionamento do organismo é um dos mais privilegiados quando a relação da hidratação com o corpo é colocada em pauta. Manter o corpo hidratado ajuda nas atividades das células, na digestão, no funcionamento dos rins, regulação da pressão arterial, entre outras atividades:

  • células: manter as células hidratadas é fundamental para que a absorção de nutrientes e do oxigênio seja feita. Ainda, é a água quem conduz os nutrientes para dentro das células, facilitando este processo.

  • digestão: para que o trato intestinal funcione bem, é preciso ingerir fibras e água. A hidratação auxilia na formação, eliminação e evita o ressecamento das fezes. Desta forma, colabora para que quadros de constipação não aconteçam.

  • rins: os órgãos responsáveis por filtrar o sangue ganham uma grande ajuda quando o corpo está bem hidratado, pois a água auxilia a expelir as toxinas e resíduos com mais facilidade.

  • circulação: um corpo bem hidratado apresenta uma circulação sanguínea com melhor fluidez. Isso porque a água deixa o sangue menos espesso, auxilia a manter a frequência cardíaca e a pressão arterial reguladas.



Como perceber que você está desidratado?


A falta de água e de eletrólitos é capaz de dificultar atividades simples e que não costumam ser associadas a esta questão. Desidratação é um assunto sério e pode causar vários problemas de saúde. Existem diferentes tipos de desidratação que variam conforme o desequilíbrio da quantidade de água e dos minerais. Ainda, o quadro apresenta sintomas que, por muitas vezes, não são associados ao corpo desidratado, além de grupos de pessoas que são mais propensos a desidratar.

Quais são os sinais da desidratação?

Para perceber que o corpo está desidratado, é preciso ter atenção com alguns sintomas, os quais, muitas vezes, não são associados ao corpo desidratado.

  • Cansaço

Uma das causas do cansaço durante o dia é a desidratação leve. Isso porque a água ajuda o corpo a aumentar os níveis de energia através do transporte de glicose ou glicogênio para dentro das células.

  • Fome ou ganho de peso

Quando as células começam a receber uma quantidade insuficiente de energia, o cérebro pode interpretar como fome. Assim, muitas pessoas procuram comer algo, quando, na verdade, estão com sede.

  • Falhas no sistema circulatório

Quando nosso corpo se encontra bem hidratado, o sangue torna-se mais “fino” e circula de uma melhor forma. Estudos evidenciam que, quanto menos espesso e concentrado o sangue, mais fácil será para o seu sistema cardiovascular funcionar, ajudando assim a manter a frequência cardíaca e a pressão arterial mais baixas e controladas.

Por outro lado, o corpo tem maior dificuldade de se adaptar rapidamente quando o sangue está mais “espesso”. Neste cenário, aumentam os riscos de exaustão, desmaio ao se levantar rápido ou colapso em situações de muito calor ou prática de atividade física.

  • Constipação

O trânsito intestinal funciona plenamente quando há um equilíbrio entre o consumo de fibras e água. Juntas, fazem as fezes ficarem mais volumosas e pastosas, impedindo o ressecamento. Dessa forma, se uma pessoa está com prisão de ventre, a primeira suspeita deve ser a baixa ingestão de fibras e/ou de água. Se o consumo de fibras está adequado, pode ser um sinal de que a ingestão de água está abaixo do adequado.

  • Retenção de líquido

A desidratação crônica leva à maior sinalização dos sistemas hormonais e à liberação de vasopressina, que favorecem a retenção de água e sódio. Como consequência, tem-se a redução da formação de urina e a concentração de líquidos em áreas subcutâneas, formando edemas, por exemplo.

  • Déficits de atenção e memória

Nossos neurônios são células altamente sensíveis a alterações na concentração de seus componentes. Quadros de desidratação podem levar a sintomas e sinais, como dores de cabeça, falta de atenção, confusão mental, sonolência e, em quadros avançados, a convulsões e coma.

  • Mau hálito

Quando o corpo está bem hidratado, há um aumento fisiológico da saliva na boca. Isso ajuda a desenvolver uma melhor saúde bucal e combater as bactérias que causam mau hálito.

  • Atividade física

Entre os principais sintomas de desidratação relatados por praticantes de atividades físicas estão:

sede muito intensa;

sensação de perda de força;

fadiga generalizada;

dificuldade de realização de um movimento técnico facilmente realizado em condições normais;

cãibras.

Um estudo demonstrou também que a redução de 2% no peso corporal através da desidratação durante um treino pode levar a uma queda de até 10% no desempenho geral.


Como as balanças de bioimpedancia podem ajudá-lo a entender se você está adequadamente hidratado


Você pode não perceber nenhum sintoma específico de desidratação, mas se estiver se exercitando e tentando ativamente melhorar sua saúde e condicionamento físico, existe uma maneira mais precisa de verificar seus níveis de hidratação. As balanças de bioimpedancia fornecem uma leitura da porcentagem total de água corporal com a faixa média para mulheres sendo 45-60% e para homens 50-65%;

Atletas e atletas de alto desempenho podem adicionar 5% adicionais a essas faixas. Acompanhar esse valor ao longo do tempo ajudará você a entender seu nível de hidratação e, portanto, a mantê-lo melhor, o que significa que você não deixará a desidratação atrapalhá-lo em sua jornada para ser mais saudável.


Conheça os produtos disponíveis em nossa LOJA.



ESTAMOS A DISPOSIÇÃO PARA AUXILIAR COM MAIS INFORMAÇÕES

Adaptado de Tanita EU e Desidratação, Easy Healt ,2019 online.

30 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page