top of page

A MEDICINA DO ESTILO DE VIDA

A medicina do estilo de vida começou a ser idealizada em 2004, na tradicional Universidade Harvard, nos Estados Unidos. Ela surgiu como um movimento que buscava um sistema de saúde diferenciado e sustentável, sempre amparado por estudos científicos e evidências.


A medicina do estilo de vida (abreviada como MEV) é uma abordagem que entende a saúde como algo que está diretamente relacionado aos hábitos de uma pessoa.

A vertente parte do princípio que a doença surge quando nossos hábitos vão contra as necessidades do nosso corpo, e busca reverter esse quadro.

Na medicina do estilo de vida, os médicos atuam mais ou menos como coaches, oferecendo uma consultoria especializada – sempre pautada por dados e fatos científicos comprovados – para ajudar o paciente a adotar comportamentos saudáveis, que corroborem com seu bem-estar. Isso se deve especialmente ao fato de que a MEV representa a promessa de uma verdadeira reforma da saúde – que, na teoria, poderia ser aplicada em praticamente qualquer país. Por promover costumes saudáveis como catalisadores para uma vida mais saudável, a medicina do estilo de vida tem grande importância no atual momento.



Alimentos industrializados, sedentarismo, rotinas estressantes, tudo isso é extremamente prejudicial para a saúde das pessoas, especialmente nas grandes cidades.

Com o intuito de minimizar esses problemas, a MEV busca reeducar o paciente, para que ele passe a adotar hábitos mais saudáveis, sempre com respaldo em pesquisas científicas comprovadas.

Por conta disso, a medicina do estilo de vida prega uma dieta saudável, que prioriza alimentos de origem vegetal, naturais e integrais em detrimento de alimentos industrializados, produtos de origem animal e alimentos ultra processados.

Com base nisso, a medicina do estilo de vida defende a prática de atividades físicas (mesmo as não esportivas) para prevenção e tratamento de doenças.

Ele pode ter um grande impacto na saúde de uma pessoa, gerando tanto problemas físicos (queda de cabelo, hipertensão, obesidade) quanto transtornos mentais (depressão, ansiedade, síndrome do pânico).

Ela afeta a concentração, a memória, o humor e pode gerar disfunções imunológicas que abrem espaço para muitas doenças.

O tabagismo causa problemas pulmonares, enquanto o consumo excessivo de álcool ataca o fígado – para citar apenas os problemas mais óbvios de cada um.

Por isso criar e manter conexões sociais (amizades, relacionamentos amorosos) é fundamental para nossa resiliência emocional, o que também afeta nossa saúde física e mental.


Ao adotar um estilo de vida saudável, nós, como sociedade, podemos prevenir, tratar ou reverter muitas doenças causadas pelo estilo de vida. O mapeamento adequado da saúde de uma pessoa é uma parte crucial do desenvolvimento da Medicina do Estilo de Vida correta. Pense, por exemplo, em diabetes tipo 2, obesidade ou doenças cardiovasculares. A Medicina do Estilo de Vida é uma abordagem comprovada e visa transformar permanentemente comportamentos não saudáveis ​​em hábitos saudáveis.

Para manter nos motivados a fazer mudanças duradouras em seu estilo de vida, faça exames de bioimpedancia periodicamente. Isso permite que monitoremos regularmente nosso próprio progresso ao longo do tempo, o que comprovadamente ajuda a atingir as metas de saúde.


Adaptado de Tanita Europa

Existem vários modelos de balança de Bioimpedancia, domesticas, profissionais. Ela é uma excelente aliada em sua mudança de estilo de vida! Saiba mais em ADORO ELETRONICOS.

ESTAMOS A DISPOSIÇÃO PARA AUXILIAR COM MAIS INFORMAÇÕES


45 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page